Miguel, uma história de abandono, resgate e superação! - BichoLoko.org

Era uma sexta feira a noite e chovia muito nesse dia. Eu já estava prestes a repousar quando o telefone tocou e do outro lado alguém chorava ao descrever a cena de dor que sentia um pobre cão abandonado e muito ferido. Ao narrar a situação daquele animal e mencionar o local onde ele estava, na hora percebi que se tratava do mesmo cão que já corria pelas redes sociais. Ele estava ali há três dias e por ser muito arisco ninguém conseguia captura-lo.

No sábado pela manhã começamos as buscas. Encontra-lo não foi difícil, mas fazer com que ele entendesse que estávamos ali para ajuda-lo é que realmente foi complicado. Ele correu e se escondeu dentro de uma empresa de paletes e isso tornou tudo mais exaustivo. O dia foi apenas de tentativa e voltamos para casa frustrados por não conseguir salva-lo!

Começamos a pedir auxilio aos amigos da ONG e no domingo a tarde voltamos ao local com mais pessoas. Ele continuava lá na empresa, morrendo de dor e desespero. Os portões fechados não nos impediram, foi necessária uma invasão. Tudo foi feito com registro e testemunhas que confirmavam a necessidade de urgência em ajudar o pobre animal. Quando o retiramos de lá ele gritava de dor, os bichos (miíase) devoravam sua face, ele estava acabado, a morte já rondava por ali. Urubus estavam próximos a espera do alimento, mas conosco ali eles tiveram que mudar de planos!

Ao sair do local com aquele ser tão desesperado e mau cheiroso, o silencio nos tomou. Estávamos absolvidos pela situação, a dor dele nos machucava também e seus gritos foram substituídos por um choro de rendição. Penso eu que naquele momento ele entendeu que estávamos ali por ele e não contra ele. 

Depois do difícil resgate, o batizamos de Miguel e daí começamos a luta para que ele sobrevivesse. Miguel não tinha forças, ele estava realmente mal. As veterinárias não deram muita esperança, mas estavam fazendo o melhor por ele.

Com o passar dos dias os milagres foram acontecendo e ele dava sinais de melhora. Jamais direi que foi fácil, apenas quem cuida de um animal ferido sabe o quando nos dói ter que diariamente limpar suas feridas. Mas o amor torna todas as coisas tão possíveis!

Hoje posso dizer que Miguel está bem, não foi em vão todo empenho para ajuda-lo. Ele é um cão amoroso, brincalhão e apesar da marca em sua face, para nós ele é um dos cães mais lindo do mundo.

Hoje ele vive à espera de um lar definitivo, Miguel precisa de uma família que dê continuidade ao que fizemos por ele. Quem sabe divulgando sua história de superação, alguém se solidarize e o leve para casa!?
Mais Informações sobre o Miguel? Envie um e-mail para contato@bicholoko.org com o assunto “Miguel”

Texto: Lívia Almeida

 

 

 

 

 

Compartilhar:
Formulário de Colaboração
  1.  
  2.  Mensal Esporádica
  3.  Carnê Depósito

Digite o código: captcha

×